Intro / Início / Ludovice Ensemble

Apresentação e Biografia do Grupo

deco-rubens-garde

O Ludovice Ensemble é um grupo especializado na interpretação de Música Antiga, sediado em Lisboa, e criado em 2004 por Fernando Miguel Jalôto e Joana Amorim, com o objectivo de divulgar o repertório de câmara vocal e instrumental dos séculos XVII e XVIII através de interpretações historicamente informadas, usando instrumentos antigos. O nome do grupo homenageia o arquitecto e ourives alemão Johann Friedrich Ludwig (1673-1752) conhecido em Portugal como Ludovice. O grupo trabalha regularmente com os melhores intérpretes portugueses especializados, e também como prestigiados músicos estrangeiros.

Ludovice Ensemble apresentou-se em Portugal nos seguintes Festivais: Música em Leiria; Alcobaça (Cistermúsica); Mafra; Óbidos ("Maio Barroco"); Loulé ("Encontros de Música Antiga"); Baixo Alentejo ("Terras sem Sombra") e Évora ("Encontros do Espírito Santo" e "Eboræ Musica"); na Festa da Música ("Folle-Journée") e nos "Dias da Música" de Lisboa, no CCB; no Ciclo de Música Sacra de Viana do Castelo; e ainda em vários concertos em Évora (Universidade), Porto (show-case do REMA - Rede Europeia de Música Antiga - a convite da Casa da Música, Ciclo de Música de Câmara do Palácio da Bolsa), Lisboa (Instituto Franco-Português, Embaixada de França, Ciclo "Música em São Roque"), Espinho e V. N. de Gaia. O Ludovice Ensemble estreou-se no estrangeiro em 2010 no Festival "Laus Polyphoniae" na Bélgica (AMUZ, Antuérpia).

Em 2012 foi editado o seu primeiro CD para a conceituada editora franco-belga Ramée-Outhere com um conjunto de cantatas francesas para barítono, e que foi calorosamente recebido pelo público e pela crítica especializada em Portugal, Espanha, França, Suíça, Países Baixos e Alemanha, sendo nomeado na categoria de "Baroque Vocal" para os prestigiantes ICMA (International Classical Music Awards). Em 2013 apresentou-se na Temporada da Fundação Gulbenkian (Grande Auditório) e nos festivais internacionais Oude Muziek de Utrecht (Países Baixos); La Chaise-Dieu e Musiques en Vivarais-Lignon (França); Festival de Música Barroca de Praga (República Checa); Festival Camiños de Santiago de Jaca e no Ciclo de las Artes de Lugo (Espanha), entre outros.  

Em 2014 o Ludovice Ensemble regressa a Espanha, para concertos em San Lorenzo del Escorial e em Vitoria-Gasteiz. Apresenta-se de novo no Festival Música em São Roque, em Lisboa e estreia-se na Temporada do CCB com a responsabilidade do prestigiante Concerto de Natal no Grande Auditório. 

O grupo gravou ao vivo para a RDP-Antena 2, a Rádio Nacional Checa (ČRo) bem como para o canal de televisão francês MEZZO. 

Projecto Artístico

O Ludovice Ensemble é, por definição, um grupo de Música de Câmara especializado nas Práticas Históricas de Interpretação da Música dos séculos XVII e XVIII, com particular preferência pelo repertório francês, mas dedicando-se também a outros repertórios: português, alemão, inglês, italiano e espanhol. A sua formação variável pode estender-se do duo até ao de uma orquestra de câmara, ou um coro com baixo contínuo, podendo ainda incluir bailarinos, actores e outros artistas.

Isto porque o Ludovice Ensemble, embora seja fundamentalmente um grupo instrumental, procura desde a sua fundação realizar projectos que envolvam disciplinas artísticas paralelas, nomeadamente a música vocal, a dança, a representação e a mímica, bem como estabelecer pontes com outras áreas da cultura e do saber, tais como as artes visuais e a ciência.

O Ludovice Ensemble está sedeado em Portugal (Lisboa) e procura integrar os melhores músicos portugueses com formação específica em Música Antiga, mas está permanentemente aberto à recepção de artistas Europeus ou de outras proveniências, sendo o mérito artístico o único critério aplicado na sua selecção. Até hoje o Ludovice Ensemble integrou elementos oriundos de Portugal, Espanha, França, Bélgica, Alemanha, Croácia, Polónia, Itália, Áustria, Reino Unido, Irlanda, EUA, Israel e Japão. 

O Ludovice Ensemble ambiciona participar activamente na construção de uma consciência e identidade Europeia, assente na valorização da herança cultural comum, com particular destaque para a divulgação e preservação da Arte do Antigo Regime e do Iluminismo, ou da "Europa das Nações", um dos momentos áureos da Cultura e do Pensamento Ocidentais. Numa época em que se atribui especial importância à descoberta e partilha de uma identidade comum, o Ludovice Ensemble procura, na elaboração dos seus programas, não só evidenciar diferenças entre várias escolas e épocas, valorizando as suas especificidades, como, sobretudo, revelar as simbioses, permutas e influências que estas estabeleceram entre si, trazendo assim, aos nossos dias, alguns dos mais belos exemplos do património artístico europeu.

O Ludovice Ensemble interpreta obras de referência do repertório barroco, mas sobretudo obras pouco conhecidas, escritas por compositores frequentemente negligenciados, e mesmo desconhecidos. O processo de concepção dos seus espectáculos baseia-se no profundo estudo e investigação do repertório eleito e das práticas interpretativas contemporâneas, bem como das circunstâncias históricas que o envolveram ao tempo da sua criação.

 

 

Johann Friedrich Ludwig [Ludovice]

palacio_nacional_de_mafra1853gravura

Contactos

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

R. Monte Grande, 43 | 4430/464 V. N. Gaia  Portugal

++ 351 96 729 60 30 | ++ 351 22 782 41 19